w

Construindo uma Tropa de Elite | Paulo Storani | TEDxMorrodoImperador



Paulo Storani fala sobre como construir uma Tropa de Elite TEDx Morro do Imperador, Juiz de Fora (MG).

Mestre em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense (2008). Pós-graduado em Administração Pública (2004), em Gestão de Recursos Humanos (2002), ambos pela Fundação Getúlio Vargas – RJ, e Treinamento Físico pela Universidade Gama Filho – RJ (1999). Atualmente é professor da Universidade Cândido Mendes, pesquisador do Instituto Universitário de Políticas Públicas e Ciências Políticas da Universidade Cândido Mendes – RJ, Ex-secretário Municipal de Segurança Pública da Prefeitura de São Gonçalo – RJ. Tem experiência na área de administração Pública, com ênfase em Segurança Pública e Consultor de empresas na área de treinamento.

This talk was given at a TEDx event using the TED conference format but independently organized by a local community. Learn more at http://ted.com/tedx

source

Komentarze

Dodaj odpowiedź
  1. Conheço bastante desse assunto, trabalhei muito tempo na área, se vende muita fumaça, um faz de conta incrível. Tem muito policial excelente profissional trabalhando normalmente como policial de rua que chamam de uma forma pejorativa, "convencional". Como disse Jesus"Bom é Deus e mais ninguém"

  2. Imagine os agente penitenciários , porteiros, fiscais de loja… que trabalham na área de segurança sem treinamento apoio e desarmado…. O brasileiro não vive sobrevive… quanto mais pobre for mais entregue a própria sorte estará… Esta política maldita, e o excesso de roubalheira , crescimento desordenado, menores dominando o mundo, o Brasil parece está entregue a própria sorte… Deus os proteja e proteja todos que ele tem usado para nos proteger …

  3. O cara tem uma retórica incrível. Inteligentíssimo, mas… um desperdício.
    Muita teoria motivacional, pouco exemplo aplicado na sociedade. Nossa estrutura política sempre foi um tabuleiro montado pra atender a necessidade dos mais poderosos. E ele parece que faz questão de deixar esse assunto de lado. Ora, é muito conveniente citar os problemas mas não os que causam. Ilustrar um personagem fantasma, sem nome ou cargo. Apenas dizendo que se os salários fossem melhores, eles seriam mais capacitados. E…..????? O que da pra fazer com essa informação além de lamentar?
    A polícia é uma corporação privada ou um órgão de defesa do estado? Por que a impressão que da é que a solução dos problemas está na administração interna da polícia, como se fosse só uma empresa mal gerida, não um braço federativo que obedece o governo. Este que orquestra tudo e sempre se renova, mesmo quando alguns caem. Sempre entram novos calhordas. Ou seja… de que vale toda essa motivação?

    Com todo respeito a Paulo Storani e sua experiência, colaboração e dedicação em repassar o que conhece. Um cara estudado e vivido, porém, contudo, entretanto, todavia… acredito que precisamos ser mais radicais. Não da pra deixar a questão mais importante do filme de lado: o governo.

    Temos em SP o mesmo governador há 20 anos. E é a ele que a polícia responde.
    É pela incompetência dele que as coisas vão de mal a pior. Afinal, são 20 anos de constantes problemas em SP. Da ascensão do crack, violência e roubos aos desempregos, trabalhos informais, desvio de verbas de merenda, cortes de salário, proibições de greve e por aí vai. A lista é gigante.

    E antes dele, nós tínhamos o Fleury. Lembram-se da chacina do Carandiru?
    Pois bem, quando foi a última vez que vc ouviu falar desse governador? E da chacina? E da punição que não aconteceu a ninguém?

    Então, meus amigos… de que adianta falar de liderança enquanto se lambe as botas de gente tirana que manda e desmanda na polícia? De que adianta se não tem 'Capitães Nasicmento' o suficiente lá dentro pra por a boca no trombone e derrubar esse estado? De que adianta se reorganizar e pensar em liderança com gente que só sabe ser omissa a opressão do estado??? Sinceramente, pra mim, não adianta de nada. É preciso dar nome aos bois.
    E se tem alguém com poder e influencia pra isso, esse alguém é a polícia. Mas não um ou dois, mas MUITOS. E mostrar pra quem o MP trabalha. Quem o STM favorece perante tantas chacinas negligenciadas? O povo que não é.

  4. Boa palestra. Mas quem é liderado não tem autonomia, seria uma controvérsia ter autonomia e ser liderado ao mesmo tempo…caso você tomasse uma atitude sua a qual não condiz com a do líder você seria penalizado se desse errado? Ou elogiado? … Pensar….

Dodaj komentarz

Twój adres email nie zostanie opublikowany. Pola, których wypełnienie jest wymagane, są oznaczone symbolem *

Ładowanie…

0